TRANSLATE

Boletim | Rede Nacional Primeira Infância, Brazil

Tecendo redes, abrindo espaços, Primeira Infância em foco e em pauta

Há dez anos, a primeira infância latino americana, ainda com pouca visibilidade nas discussões mundiais, recebia um importante apoio para abertura de espaços nas trocas de informação e articulações para incidência em prol de seus direitos num importante evento global – o World Forum on Early Childhood Care and Education, que acontece desde 1999, organizado pela World Forum Fundation. A ANDI – Comunicação e Direitos e a Avante – Educação e Mobilização Social participaram juntas de uma mesa no World Fórum of Early

Care and Education sobre o uso das mídias sociais para Advocacy. A experiência da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) durante as eleições chamou a atenção dos participantes. O Fórum desse ano, aconteceu em Macau, na China, de 8 a 11 de abril e reuniu participantes de mais de 70 países.

Documentário Voices of Children é debatido em Fórum Mundial

O documentário Voices of Children (VoC) foi apresentado na plenária de abertura do Fórum para aproximadamente 700 lideranças em primeira infância de 71 países. Com tradução para português, espanhol, mandarim e inglês, o documentário ouviu crianças de Singapura, Estados Unidos, Quênia, Índia e Brasil, que falam o que pensam sobre a própria vida, o lugar em que moram, a escola e como gostariam que fossem. “Tenho a honra de compartilhar com vocês hoje os resultados de um sonho coletivo combinado com um trabalho intenso e apaixonado que nos fez embarcar em uma grande jornada com crianças ao redor do mundo. O projeto Vozes da Criança ajuda os adultos a entender as perspectivas das crianças pequenas sobre seus direitos” disse Ana Marcílio, do Avante, produtora do documentário, durante a apresentação do mesmo. Elaborado e produzido voluntariamente pelos integrantes do GT Children’s Right, do World Forum, o documentário está disponível na página da World Forum Fundation desde o segundo semestre de 2018 e já teve mais de quatro mil visualizações. O VoC também foi apresentado em debates em universidades para educadores, estudantes e especialistas. Veja mais aqui

Macau, China – Advocacy mundial pela Primeira Infância Avante

Disseminar as ações em advocacy pela primeira infância brasileira para líderes de todo o planeta. Essa foi a tarefa levada por Maria Thereza Marcilio e Ana Oliva Marcilio, presidente da Avante – Educação e Mobilização Social, e coordenadora do setor de ações estratégicas da instituição, respectivamente, em suas bagagens ao embarcarem para Macau, na China, no último dia quatro de abril. As duas prosseguem na jornada, iniciada há cerca de 10 anos, de participar das discussões mundiais sobre primeira infância, e levar a perspectiva brasileira para o World Forum on Early Childhood Care and Education, um congresso mundial sobre cuidados primários e educação. Para Maria Thereza a presença da RNPI no evento é de grande importância, por entender que a Rede pode ser uma referência para outras abordagens, outras visões. “E para nós, da Avante, significa ampliar nosso trabalho de advocacy pelos direitos das crianças, mantendo a coerência com a nossa missão, com nosso propósito, com nossos valores, com nossas práticas, que é de dar voz às crianças, respeitar seus direitos, formar as pessoas para trabalhar com elas, considerando-as sujeito de direitos”, disse. Leia mais aqui

Câmara Legislativa do Distrito Federal lança Frente Parlamentar pela Primeira Infância

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) lançou no dia 22 de abril a Frente Parlamentar da Primeira Infância. O colegiado será composto por cinco membros titulares e suplentes e pretende atuar em defesa das crianças do Distrito Federal, trabalhando para desenvolver e criar política públicas para atender a demanda social de cada Região Administrativa do Distrito Federal. “Acreditamos que uma primeira infância com amor, cuidados, carinho e interação constrói o caminho para a criança desenvolver todo o seu potencial. Vamos buscar o aperfeiçoamento da legislação que trata da Primeira Infância, fiscalizando e acompanhado programas governamentais e defendendo o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente entre outros projetos”, explica Júlia Lucy (Novo), responsável pela iniciativa. A coordenadora da secretaria executiva da Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), Miriam Pragita, destacou a importância dos primeiros seis anos do futuro do Brasil e apresentou a Rede, que foi elogiada pelo deputado distrital Leandro Grass (REDE) “É importante destacar o trabalho articulador da Rede Nacional Primeira Infância junto aos entes públicos e a imprensa”. Saiba mais aqui

Curtinhas

Inscrições para o Prêmio FBB de Tecnologias Sociais se estendem até o dia 12 de maio. Pela primeira vez, por meio de uma parceria com o Ministério da Cidadania, a Fundação Banco do Brasil vai reconhecer tecnologias sociais dedicadas à primeira infância que promovam o desenvolvimento infantil, o fortalecimento de vínculos familiares e o exercício da parentalidade. Inscreva-se e participe!

“O cárcere não é lugar adequado para o exercício da maternidade e para a vivência plena e integral da infância”. Essa é uma das reflexões propostas no livro “Pela Liberdade – a história do habeas corpus coletivo para mães e crianças”, que aborda as violações pelas quais passam mães, gestantes, adolescentes privadas de liberdade e seus filhos e filhas no Brasil. A publicação está disponível para ser baixada gratuitamente. Acesse e confira!

Estima-se que prematuridade aumenta em duas vezes a chance de a criança ter o espectro autista. Desde 2011 especialistas estudam a ligação. Pesquisadores do King’s College de Londres, na Inglaterra, pretendem estabelecer qual a ligação entre a diminuição das conexões cerebrais e os reais problemas de aprendizado, concentração e socialização. Leia mais sobre o assunto aqui

UNICEF lança campanha global para enfatizar o poder e a segurança das vacinas. As vacinas funcionam como um escudo, protegendo crianças e recém-nascidos de doenças perigosas e poupando até 3 milhões de vidas a cada ano. No entanto, no mundo hoje, ainda existem quase 20 milhões de crianças não vacinadas e/ou que não receberam todas as doses devidas de uma vacina. Essas crianças correm o risco de doenças graves, complicações e até morte. Saiba mais e participe, marque os amigos. Ajude nessa conscientização! #VacinasFuncionam #VaccinesWork

Plataforma 4Daddy realiza pesquisa com homens, sem discriminação, homens de masculinidades, raça, classes diferentes. O objetivo é entender quais são as principais questões do homem com o cuidar. A intenção é produzir um rico material que assessore e instrumentalize homens/pais no seu autocuidado, seja ele físico, mental e emocional. Participe!

“Parentalidade socioafetiva é o vínculo de parentesco civil entre pessoas que não possuem um vínculo biológico, mas que vivem como se parentes fossem, em decorrência do forte vínculo afetivo existente entre elas.” Confira aqui matéria exclusiva sobre o tema, na qual a advogada Mariana Regis, especializada no assunto, explica o conceito da palavra e dá orientações de como gerar esse vínculo judicialmente.

Instituto Fazendo História lança uma nova publicação: o guia de gestão do programa Fazendo Minha História, cuja metodologia trabalha com histórias de vida. “Quem trabalha na área sabe que crianças e adolescentes têm direito a conhecer, compreender, elaborar e opinar sobre seu passado, presente e futuro. No entanto, ainda é um desafio colocar em prática essa premissa”. O guia está disponível para download gratuito. Acesse aqui

Reunião ampliada discute a situação de crianças e adolescentes na primeira infância no estado do Piauí. Encontro foi realizado pelo Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infância e Juventude (CAODIJ), órgão do Ministério Público do Piauí (MPPI), e pela Rede Estadual pela Primeira Infância (REPI). Veja detalhes desse momento aqui